Telefone: Qualidade em Ortopedia 24h (12) 3924-8200 (12) 98133-0073

Dicas do Especialista

Entenda o que é o LER - Lesões por Esforços Repetitivos

Entenda o que é o LER - Lesões por Esforços Repetitivos

LER não corresponde a uma doença ou enfermidade. LER é uma sigla para “Lesões por Esforços Repetitivos” e representa um grupo de afecções do sistema musculoesquelético. São diversas afecções que apresentam manifestações clínicas distintas e que variam em intensidade. Os distúrbios osteomusculares ocupacionais mais frequentes são as tendinites (particularmente do ombro, cotovelo e punho), as lombalgias (dores na região lombar) e as mialgias (dores musculares) em diversos locais do corpo. As lesões por esforços repetitivos vem aumentando muito de incidência em nosso meio, devido as pessoas que trabalham horas em frente ao computador, nas linhas de produção ou mesmo com trabalho braçal.

O melhor caminho é prevenir as lesões! Para isso, algumas dicas importantes para você se posicionar melhor em seu ambiente de trabalho:

- Pegue uma superfície plana da mesa, apoie o braço e mantenha o punho em posição neutra. Nessa posição cole um band-aid na parte de cima de seu punho e vá ao computador. Se o band-aid estiver tenso ou frouxo, quer dizer que está em posição errada. Você precisa ajustar a altura do teclado. A mesma regra vale para o mouse. A altura dele tem que ser respeitada pela posição do punho, inclusive usar mouse pads com apoio para o punho (aquela almofadinha) para ajudar a posicionar melhor o punho.

- A tela do computador tem que estar exatamente na sua frente numa distância do braço esticado e com a borda da tela na altura dos seus olhos.

- Usar uma cadeira com ajuste de altura para que você fique na posição correta, ou seja, o ante braço paralelo ao solo com o cotovelo em uma flexão de 90 graus. Isso vai ajudar a deixar sua postura ereta e correta. A altura da cadeira deve permanecer numa distância em que seu joelho fique um pouco abaixo do quadril e o pé totalmente apoiado no solo, seja no chão ou em algum tablado.

- Interessante também é ter uma pausa de 5 minutos por hora para fazer um alongamento. Puxar a mão para a frente e para trás, os braços. Esse alongamento é importante para prevenir lesões.

Caso a dor permaneça, procure o seu médico. O tratamento depende sempre do diagnóstico preciso, de corrigir as causas no ambiente de trabalho e de instituir um plano terapêutico adequado. Diversas são as modalidades terapêuticas: fisioterapia (eletroterapia e cinesioterapia), medicamentos, infiltrações, órteses (acessórios para fins terapêuticos, tais como talas protetoras, cintas, coletes, etc) e reabilitação.

Dra. Fabíola Godoy
Por: Dra. Fabíola Godoy