Telefone: Qualidade em Ortopedia 24h (12) 3924-8200 (12) 98133-0073

Dicas do Especialista

Como devo iniciar a prática de atividades físicas de maneira segura?

Como devo iniciar a prática de atividades físicas de maneira segura?

O primeiro passo é realizar um check-up cardiológico, pois é através dele que se identifica doenças como: hipertensão arterial, diabetes, doenças cardíacas, etc. O médico cardiologista irá liberá-lo e orientá-lo, se existir alguma restrição ou contraindicação, quanto à modalidade e/ou a intensidade do exercício.

O segundo passo é a avaliação do ortopedista. Se você sente dor ou desconforto nas costas, ossos ou articulações, o médico ortopedista pode ajudar auxiliando na escolha da modalidade esportiva mais adequada e também na prevenção de possíveis lesões. Você está quase pronto para começar suas atividades físicas.

O terceiro passo é procurar um profissional capacitado (Educador Físico ou Fisioterapeuta) e expor quais são as expectativas e desejos com a prática da atividade física.

No início a intensidade dos exercícios deve ser baixa para o organismo se adaptar. Essas adaptações ocorrem geralmente entre quatro e seis semanas. A intensidade da atividade física dever ser aumentada gradativamente e de acordo com a capacidade de cada pessoa. 

Exercícios iniciados de uma forma intensa, sem um período de adaptação, podem levar a uma sobrecarga e causarem: tendinites, bursites, fraturas por estresse, distensões e rupturas musculares, entre outras lesões mais graves. Essas lesões levam a diminuição ou até suspensão das atividades, prejudicando a prática esportiva até a plena recuperação.

Dentre as adaptações que ocorrem no organismo as mais importantes são:
· Adaptação muscular – a musculatura se adapta ao novo estimulo, se remodela e aumenta de tamanho ficando assim mais forte.
· Adaptação dos tendões - os tendões também de adaptam aumentando sua elasticidade e resistência.
· Adaptação articular - ocorre um estimulo dos proprioceptores o que ajuda a desenvolver a consciência corporal, otimizando reflexo e coordenação nos movimentos.
· Adaptação cardiorrespiratória – a atividade física fortalece a musculatura cardíaca, diminui a pressão arterial e a frequência cardíaca de repouso melhorando a eficiência cardiorrespiratória.
· Adaptações óssea – a atividade física aumenta a densidade óssea deixando os ossos mais fortes e resistentes. 

Todas as atividades esportivas aumentam o condicionamento físico, melhoram as atividades diárias, deixando a vida mais fácil e prazerosa, então vamos começar?

Colaboração de Frederico O. de Godoy, educador físico, academia Ativa Idade.

Dra. Fabíola Godoy
Por: Dra. Fabíola Godoy